#picos #surf 
por Cristiano de S. Thiago Lemke/Le Monde Turismo

Sem surpresas desagradáveis na sua próxima trip!

Planos para a próxima surf trip com os amigos, horas e horas de voo, sua “melhor amiga” ali sozinha.

Pensando em facilitar esse planejamento, fizemos uma seleção das companhias que operam no Brasil mais utilizadas pelos surfistas com suas regras para o transporte das suas grandes “parceiras”: as pranchas.

Lembrando que essas regras podem ser alteradas quando a companhia bem entender. Em cada companhia separamos o link da fonte da informação, assim sempre teremos esse link para facilitar a busca dessas informações tão importantes que podem acabar com a viagem antes de ela começar.

É bom lembrar que as as companhias aéreas podem alterar as regras a qualquer momento.  Foto: Clemente Coutinho. 

COMPANHIAS AÉREAS INTERNACIONAIS:

- AMERICAN AIRLINES: É cobrada uma taxa em torno de USD 85,00 por sarcófago com duas pranchas ou mais; e USD 42,50 para transporte de somente uma prancha.

Política de Bagagens American Airlines

- AVIANCA: Cobra por volta de 60 dólares por trecho em voos de/para Brasil desde que a bolsa tenha no máximo três pranchas com peso de até 32Kg e 3,7 metros.

Política de Bagagens Avianca

- COPA: É preciso pagar uma taxa DE US$ 75 por sarcófago para todos os destinos, exceto de/para São Paulo, Rio de Janeiro, San José e Liberia, em cujo caso será preciso pagar uma taxa de US$ 50 por estojo.

A Copa aceita no máximo duas pranchas por sarcófago. Para viajar com as pranchas deve-se fazer uma reserva em até no máximo 48 horas antes do voo solicitando disponibilidade para levar as pranchas. Dependendo da aeronave, a companhia aceita três ou quatro sarcófagos por aeronave.

Política de Bagagens Copa

- DELTA: Cobra em torno USD 150,00 de viagens de/para o Brasil,no máximo duas pranchas por sarcófago, no máximo 70 libras e 115 polegadas lineares

Política de Bagagens Delta

Um dos destinos mais procurados, as ondas de Mentawai atraem muitos brasileiros durante todo o ano. Foto: Pedro Tojal.

- EMIRATES: Itens individuais com dimensões totais (comprimento + largura + altura) que excedem 300 cm (118 polegadas) não podem ser transportados como bagagem despachada e devem ser enviados como carga ou frete. Não há exceções a essa regra.

Para passageiros da classe econômica, com duas peças de bagagem, as dimensões totais combinadas de ambos os itens não devem exceder 273 cm (107 polegadas). Clientes cuja bagagem exceder essas dimensões pagarão taxa adicional. Taxas de excesso de bagagem no aeroporto: em torno de USD 175 (mais impostos)

Política de Bagagens Emirates

- ETHIOPIAN: Permite duas peças com no máximo 32kg na classe executiva e duas peças de 23kg na classe econômica. Cobra por volta de USD 100,00 por trecho por sarcófago.

Política de Bagagens Ethiopian

- ETIHAD: Permite duas bagagens de 32kg e 158 cm (50x70x38).  Pranchas de surf podem ser aceitas como bagagem despachada. Se excederem o limite permitido para bagagem despachada, haverá cobrança da taxa de excesso de bagagem.

Política de Bagagens Etihad

- KLM: É permitido transportar uma prancha de (wind, kite, wave, boogie ou body) surf que deve ser embalada num sarcófago em vez de uma mala nos voos operados pela KLM.

É necessário fazer reserva para transportar o equipamento de surf  se ele for maior que 107 cm / 42 pol. Seu equipamento de surf (incluindo a capa) de no máximo 300 cm / 118 pol. pode pesar no máximo 23 kg (50,5 lbs) na Economy Class e no máximo 32 kg (70,5 lbs) na Business Class.

Politica de Bagagens KLM

Toda a perfeição das esquerdas de Desert Poin, Indonésia. Foto: Pedro Tojal.

LATAM: Pranchas de surf podem ser consideradas como parte da franquia de bagagem sem cobrança de taxas. O volume do sarfófago não deve superar os 300 cm e não deve pesar mais do que 23Kg. Para Europa e Oceania não deve pesar mais do que 32kg.

Política de Bagagens LATAM

QATAR: Não será cobrado nenhum excedente de bagagem caso o passageiro esteja viajando com uma mala de até 32kg mais um case com prancha de surf desde que esse não ultrapasse 32kg e 158 cm quando somados altura, largura e profundidade.

Caso o peso ou as medidas do case com a prancha ultrapasse as medidas mencionadas será cobrada uma taxa por volta de USD 130,00 (centro e trinta dólares Americanos) por direção.

Política de Bagagens Qatar

SINGAPORE: Em viagens de/para o Brasil, equipamentos de surf são considerados  como uma peça de bagagem. Qualquer item acima de 32 kg não serão aceitos como bagagem despachada e você poderá ter que refazê-la ou enviá-la como carga.

Política de Bagagens Singapore

TURKISH: Partindo de Guarulhos para Singapura, Kuala Lumpur, Jacarta, Bangkoke Malé, a franquia de bagagem é de duas peças de 32kg. É permitido substituir umas da peças por sarcófago com no maximo três pranchas e de no máximo três metros de comprimento com peso máximo de 32kg.

Política de Bagagens Turkish

Sempre é bom conferir as regras antes para não ter surpresas desagradáveis na hora do embarque. Foto: Clemente Coutinho.

COMPANHIAS AÉREAS NACIONAIS:

AVIANCA: Serão aceitas  no máximo três pranchas dentro de uma mesma bolsa (case), com até 300 cm lineares. Portanto é necessária que seja feita solicitação ao controle de reservas para a verificação da disponibilidade no voo. São aceitas pranchas com comprimento máximo de dois metros. Não são aceitos longboards.

Política de Bagagens Avianca

O Hawaii costuma receber uma grande quantidade de surfistas no seu inverno. Mikey Bruneau em OTW. Foto: Pedro Tojal.

AZUL: Para prancha de surf, de Stand up paddle, Kiteboard, Waveski e Kitesurf é cobrada taxa de serviço de R$ 150,00.

Política de Bagagens Azul

GOL: Pranchas de surf são consideradas como parte da franquia de bagagem, sem cobrança.

Tanto as pranchas de surf como as de stand-up paddle só podem ser despachadas se estiverem embaladas em capas próprias.

Política de Bagagens GOL

 

Fonte:http://surfar.com.br/0sem-surpresas-desagradaveis-na-sua-proxima-trip/

Comentários

Galerias | Mais Galerias